NOTÍCIAS

Vitor Meira e o trunfo da regularidade

14/01 de 2016 - 12:30

Vitor Meira agiu como um economista em tempos de crise. Guardou pontos na poupança, economizou equipamento, manteve-se longe de problemas e, mesmo sem vencer na temporada, foi o campeão de 2015 da Copa Petrobras de Marcas

Foram quatro segundos lugares, três terceiros e três quintos lugares nas 16 corridas do ano, distribuídas em oito rodadas duplas, conferindo ao piloto da JLM-Honda uma média de 14,1 pontos por prova. O vice-campeão Gustavo Martins teve 12,4 de média por corrida. No fim, Meira fechou a temporada com 226 pontos, contra 199 de Martins.

A favor de Vitor Meira, que disputou sua terceira temporada na Copa Petrobras de Marcas – a primeira a bordo do Honda Civic -, contou o fato de o brasiliense não ter abandonado nenhuma corrida. Quando marcou menos pontos – no Velopark e em Campo Grande – ele marcou dois e três pontos, respectivamente, mas acabou se recuperando na corrida complementar destas duas etapas.

E embora outros pilotos tenham vencido – Gabriel Casagrande, da Renault, e Guilherme Salas, da Chevrolet, foram os maiores vencedores da temporada com cinco e três vitórias, respectivamente -, eles não conseguiram manter uma regularidade que lhes permitisse brigar diretamente pelo título, embora tenham chegado a Interlagos para a etapa final com chances matemáticas de conquista.

Foi este o trunfo de Vitor Meira – repetindo o feito de Ricardo Maurício em 2011 com a mesma equipe JLM e o Honda Civic – para conquistar o título mesmo sem ter chegado em primeiro em uma etapa.

A temporada 2016 da Copa Petrobras de Marcas começa no dia 5 de março, no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais (PR).