NOTÍCIAS

J.Star Racing finaliza temporada em Goiânia

Pilotos enfrentaram rodada dupla cheia de emoções e desafios em busca dos últimos pontos 

A cidade de Goiânia, capital de Goiás, recebeu a final da temporada 2014 da Copa Petrobras de Marcas. Durante as duas provas da etapa, os participantes do campeonato de turismo multimarcas protagonizaram disputas acirradas para decidir quem seria o campeão da categoria. Foram 16 máquinas na pista de 3.835 metros de extensão que estiveram pela segunda vez no Autódromo Internacional de Goiânia no calendário da quarta edição do evento. 

Pela equipe J.Star Racing, Thiago Marques comandou o Chevrolet Cruze de número 1 e Daniel Kaefer compôs o time com o Cruze #17 na oitava etapa. "Nas corridas deste domingo foram dois incidentes, posso classificar como frustrante. O sistema de freio apresentou falha em ambas as provas, além disso sofri toques. Por isso, fiquei sem chances de avançar para o pelotão da frente e ainda fui obrigado a abandonar", conta o piloto curitibano. 

"Foi um final de semana difícil. Tive problemas com o power shift e também com o freio nas duas corridas. A última etapa do calendário não foi como o esperado", explica Daniel Kaefer.

A intenção de Thiago Marques e Daniel Kaefer é de continuar na categoria no próximo ano com início do calendário no dia 23 de março de 2015 no Autódromo Internacional de Goiânia. "Já temos um pré contrato, só faltam alguns detalhes. Quero entrar na próxima temporada com condições de buscar o título no próximo ano", frisa Thiago. 

O estreante Daniel Kaefer fez sua primeira temporada completa na J.Star Racing e no campeonato. "A minha primeira temporada completa na categoria, que é muito difícil e competitiva. Foi um ano de grande aprendizado, não conquistei o que esperávamos, mas consegui evoluir muito e ficar mais maduro nas corridas. Tudo serve e vale para o próximo ano conquistar resultados melhores", completa o piloto de Cascavel (PR).

Pensando na parte positiva, Thiago acrescenta. "A experiência nas etapas da temporada pela J.Star Racing com o Chevrolet foram de grande valia, conseguimos evoluir e fizemos o que deu para fazer. Conquistei um pódio no início do ano e vínhamos bem, depois fomos deixando de ser competitivos. A partir da quinta etapa não consegui completar nenhuma corrida, sempre por algum imprevisto mecânico, por isso ficamos fora da disputa pelo título", disse.

"Vale ressaltar a amizade forte gerada com toda a equipe, os mecânicos e com os dirigentes Murillo e Jordão, agradeço o trabalho de todos eles", complementa.