NOTÍCIAS

Carbone e Salas: expectativas de boa corrida acabam na primeira volta

27/05 de 2016 - 08:30

Pilotos da Greco-Renault foram vítimas de acidentes e abandonaram a prova de domingo em Goiânia

A segunda corrida da etapa de Goiânia do Campeonato Brasileiro de Marcas tinha tudo para ser positiva para a equipe Greco-Renault. O time trabalhou intensamente na solução dos problemas de freios apresentados na corrida de sábado e fez refinamentos de setup, e já nas voltas de aquecimento os pilotos disseram que os carros estavam muito bons. “O Carbone brigaria pela vitória e o Salas conseguiria vir bem para a frente”, apostava Fábio Greco, chefe da equipe.

 

Mas a disputa terminou cedo para a equipe Greco-Renault. Os dois carros da equipe foram tirados da corrida em acidentes logo na primeira volta.

 

O primeiro foi Fábio Carbone, que largou da terceira posição e brigava pelo segundo lugar já na primeira curva. Após a Curva 1 formou-se uma linha de três carros emparelhados, com Carbone pelo lado de fora. Os dois outros competidores se enroscaram, e sobrou para o piloto do Renault Fluence número 22, que foi empurrado para o muro, onde bateu forte. “Não tenho muito o que dizer, o carro era rápido e eu brigaria pela vitória. Mas não dei nem meia volta na pista, isso é frustrante”, lamentou o piloto.

 

Poucos metros depois foi a vez de Guilherme Salas ser acertado e rodar, levando mais uma pancada na dianteira do carro, que danificou uma das mangueiras de água. Sem arrefecimento, o carro parou logo depois. “Acertaram minha roda traseira com muita força, rodei e levei outra batida na frente. Nem sei quem foi, mas me tirou da corrida”, disse Salas.

 

O chefe da equipe Greco-Renault mostrou-se indignado com as atitudes dos pilotos causadores dos acidentes que acabaram com as expectativas da equipe para a prova: “Não tivemos chance nenhuma! Espero que os comissários sejam rígidos para coibir esse tipo de atitude, pois acabaram com nossa equipe em menos de meia volta”, reclamou.

 

Os resultados ruins da etapa de Goiânia causaram prejuízos aos pilotos na classificação do campeonato. Carbone e Salas ocupam agora a 11ª e 15ª posições na tabela, com 28 e 16 pontos, respectivamente.