NOTÍCIAS

Acidente não tira ânimo de Carlos SG para prova

Piloto envolveu-se em batida na saída da Curva 3 e larga em 12º; Bonilha, seu companheiro de equipe, conseguiu a 10ª colocação no grid

O treino classificatório que definiu o grid de largada para a primeira prova deste domingo, em Brasília- DF, pela Copa Petrobras de Marcas, não foi exatamente como planejado pela equipe Baterias Júpiter Racing Team. Com os dois carros com condições de brigar pelas primeiras posições do grid, os pilotos Cesinha Bonilha e Carlos SG tiveram que se contentar com a 10ª e 12ª posições de largada, respectivamente.

Logo na segunda volta da prova, um dos carros da equipe Honda escapou na Curva 3 e foi de encontro à barreira de pneus. “Eu e o César saímos juntos para a classificação. Fui na frente e ele logo atrás, e estávamos na terceira volta. Procurei o César no retrovisor e vi que ele havia tirado o pé, mas quando voltei os olhos para a pista, já chegando na Curva 3, pude ver o carro já atravessado na pista”, relembra SG, que envolveu-se no acidente.

Depois de assinalar o segundo melhor tempo da primeira sessão de treinos livres, SG ficou fora do segundo treino livre por conta de uma quebra na barra estabilizadora, logo na primeira volta da sessão. A única volta rápida do piloto foi assinalada em 1min03s192, e ele alcançou apenas a décima segunda posição do grid. “Dos males o menor, está tudo bem comigo e a equipe já trabalha nos reparos. Meu carro é rápido, e espero ter um bom rítmo de corridas”, avalia o piloto.