NOTÍCIAS

A ordem é recuperar-se

14/10 de 2015 - 15:53

Pela quarta vez estreante vai enfrentar maratona de quatro corridas em dois dias, com carros completamente diferentes

Plenamente adaptado à maratona de quatro corridas no final de semana com dois carros completamente diferentes, Rodrigo Baptista irá disputar em Curitiba (PR), a partir desta sexta-feira (16/10) a sexta rodada dupla da Fórmula 3 Brasil e também a sexta rodada dupla da Copa Petrobras de Marcas, com a proposta de subir na tabela de classificação em ambas as categorias. Nos monopostos de tração traseira ele tem uma vitória e ocupa a quarta colocação, enquanto nos carros de Turismo com tração dianteira ele também tem uma vitória e está na 11ª colocação.

"Tenho dois bons carros e o apoio de duas boas equipes. Infelizmente os bons desempenhos às vezes não se traduziram em excelentes resultados por diversos problemas. Mas estou confiante que nesta pista em que já fiz oito corridas estarei brigando pelo pódio nos dois campeonatos", acredita o piloto da PropCar Racing na Fórmula 3 e da Toyota Bassani Racing no Brasileiro de Marcas e Pilotos.

O novato Rodrigo Baptista tem impressionado. Na Copa Petrobras, que reúne pilotos muito experientes ele já venceu e está apenas seis pontos atrás de outro estreante, o ex-piloto de Fórmula 1 Rubens Barrichello. "Eu tenho muito orgulho em estar disputando e aprendendo com um ídolo, um dos melhores pilotos do mundo, mas quero impedir que ele alcance a sua primeira vitória na categoria. Nosso Corolla tem um acerto muito bom em Curitiba e quero buscar outro pódio e talvez a minha segunda vitória", diz o jovem de 19 anos de idade, que faz sua primeira temporada completa no automobilismo.

Na categoria mais rápida da América do Sul Baptista foi um dos três vencedores da temporada. Apenas ele e Matheus Iório (Elaion), que está em sua segunda temporada na Fórmula 3 Brasil conseguiram vencer quando o triunfo não ficou com o bicampeão Pedro Piquet.

"Venho de um segundo lugar na última corrida que fizemos. Então, acho que retomamos o bom desempenho do nosso Dallara/Berta e voltarei a frequentar o pódio. É o que preciso para chegar na última rodada do campeonato brigando pelo vice-campeonato", planeja o 
piloto de 19 anos.