NOTÍCIAS

“É animal”

25/05 de 2015 - 11:10

Novato de 18 anos de idade já briga pelas primeiras posições com os grandes nomes do automobilismo

Piloto mais jovem (18 anos) e inexperiente da categoria, Rodrigo Baptista está contente com o seu desempenho e aprendizado na Copa Petrobras de Marcas, onde estreou neste ano já como representante da Toyota na equipe Bassani Racing. E isto ficou ainda mais claro com o seu desempenho na segunda rodada dupla da categoria que reúne experientes pilotos profissionais, realizada no final de abrilem Nova Santa Rita (RS), mesmo obtendo um nono lugar como melhor resultado. 

"Esta categoria é animal. Não tem preço nas minhas primeiras corridas no automobilismo brigar por posição com o Rubinho (Barrichello), um dos melhores pilotos da história da Fórmula 1. Nunca imaginei que isto aconteceria no meu primeiro ano de automobilismo, estou aprendendo só com feras", exclamou Rodrigo Baptista, que até o ano passado corria de kart. 

Fazendo dupla jornada pela primeira vez, correndo de Fórmula 3 - venceu uma das duas corridas- e de Marcas, Rodrigo Baptista largou em quinto na terceira etapa da Copa Petrobras, mas foi obrigado a abandonar por problema técnico após intensa disputa com Barrichello. 

"O meu Toyota estava muito bom. Infelizmente problemas pista podem acontecer por causa da alta exigência de circuito estreito e com zebras muito altas. Mas eu tinha carro para brigar pela minha primeira vitória" contou o piloto da Toyota Bassani. A vitóriana primeira corridaficou com Gabriel Casagrande (Renault), seguido de Luiz Razia (Toyota).

Largando do 17º posto no domingo em virtude do abandono no dia anterior, Baptista teve outro desempenho espetacular, escalando o pelotão até se meter numa disputa ferrenha entre os pilotos que ocupavam da quarta até a nona posições."Novamente o Corolla estava bom e fui ganhando posições até chegar no pelotão da frente. Nossa, ai deu umas brigas loucas. É muito difícil passar o Barrichello, ele é muito bom e experiente. Eu passava ele e na outra curva ele dava o troco. E assim fomos por várias curvas. Valeu demais, estou cada vez mais confiante e vamos continuar cada vez mais fortes na briga pelo pódio", assegura o novato, que recebeu a bandeirada na nona colocação. 

"O Rodrigo é muito focado e inteligente, além de ser rápido. Em breve ele estará brigando diretamente por vitórias, posso assegurar", elogiou o experiente engenheiro Eduardo Bassani, chefe de uma das equipes mais atuantes em Marcas e Stock Car.A vitória ficou com experiente ex-piloto de Stock Car Nonô Figueiredo (Chevrolet), seguido do ex-campeão da Stock Light Thiago Marques (Toyota). A liderança do campeonato é de Vicente Orige (Honda), com 71 pontos. Rodrigo Baptista ocupa a 12ª posição, com 19 pontos.